Blog

Empreendimentos geram economia de água e energia com soluções criativas

Fonte do texto: G1 – São José do Rio Preto e Araçatuba – 22/10/2020

 

Empreendimentos sustentáveis ganham cada dia mais espaço no cenário da construção civil. São prédios planejados para gerar a própria energia, reaproveitar e economizar a água consumida. Investimentos que garantem benefícios ao meio ambiente, a médio e longo prazos, são também sinônimo de economia para os moradores.

Em um condomínio de apartamentos de Sorocaba (SP), por exemplo, cada metro quadrado é pensado valorizando a sustentabilidade. Tudo foi desenvolvido para consumir menos energia e água. No telhado, as placas fotovoltaicas são responsáveis por garantirem 100% da energia elétrica, gerando quase 6 mil kW por mês.

“Ao longo de 25 anos, que é a vida útil do sistema, ele vai economizar para a atmosfera 127 toneladas de CO2, o gás carbônico”, explica o engenheiro de obras Rodrigo Mikami Taneishi.

O construtora também instalou placas parecidas nas piscinas na área de lazer do empreendimento, que são aquecidas com o calor gerado pelo sol. Outra solução diferente está nos elevadores, que geram energia cada vez que são utilizados.

Já dentro dos apartamentos, um dispositivo nos vasos sanitários reduz a quantidade de água que vai embora na descarga. A redução do desperdício vai evitar, em um ano, o gasto de 200 metros cúbicos, volume que daria para encher as piscinas do próprio condomínio.

Segundo o engenheiro da obra, que atua no ramo há mais de 15 anos, a sustentabilidade aliada aos novos empreendimentos é uma realidade cada vez mais presente.

“Hoje o planeta mostra um desequilíbrio muito grande. Está visível para os clientes e incorporadores a necessidade de usar os recursos de uma forma mais equilibrada e sustentável”, afirma Rodrigo.

Outro prédio em Sorocaba também está adotando práticas de tecnologias sustentáveis. O empreendimento deve ser entregue em até três anos e foi todo projetado, desde a planta original, para economizar água e energia.

A água da chuva será reaproveitada em todo o jardim do empreendimento e cada morador terá uma tomada para carregar carro elétrico. Além disso, a construtora trouxe uma novidade que chama a atenção. É uma árvore com placas solares com mais de três metros de altura, que vai permitir uma economia de energia de até 50% nas áreas comuns.

“Ela armazena toda a energia solar para que isso se reverta na energia do edifício ou das áreas comuns. Une, realmente, a estética de um mobiliário urbano, porque a cidade toda vai poder tomar partido disso, com a funcionalidade da energia solar”, explica a gerente de projeto Simara Nagasako.

 

Piscinas são aquecidas com energia gerada pelo sol (Foto: TV TEM/Reprodução)

Árvore com placas solares tem mais de três metros de altura (Foto: TV TEM/Reprodução)

Árvore solar vai permitir uma economia de energia de até 50% nas áreas comuns (Foto: TV TEM/Reprodução)

Postar um comentário



Abrir chat
Olá, como podemos te ajudar?
Powered by